quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

DESABANDONE!!!

Sempre fui muito fã das pessoas que costumam fazer boas ações a favor de animais de rua..., que não têm culpa de viver como vivem, e não podem fazer nada prá mudar... não pensam! 

Na casa dos meus pais, tinha 2 cachorros que resgatei das ruas... uma era Bela, que infelizmente não está mais entre nós, e o outro é Rock... o meu grande amor cachorro! =)

Rock, achei perto de minha casa, abandonado, com muita fome. Estava muito magro e já não conseguia andar, provavelmente porque não comia há dias. Levei prá casa cuidei dele, que está com a gente até hoje... É o meu xodó, meu nêgo! (Ele se achaaaa quando o chamo assim! Rs). 

Bela chegou um pouco depois de Rock. Estava em plena Av. Recife, uma avenida MUITO movimentada na cidade de Recife, embaixo de uma Kombi que parou somente para pegar passageiros. Quando a Kombi andou, vi uma coisa miúda embaixo... e quando cheguei pertinho, vi o que era (quem era!). Peguei, levei prá casa e cuidamos dela até que ela se foi. 

Gatos, eu sempre pegava e colocava na garagem do meu pai, que era fechada... eles ficavam protegidos e tinham como passar pelas grades. =D - Meu pai ficava sempre MUITO irritado, porque quando eram novinhos, deixavam sugeira por todos os lados... Por mais que eu tentasse manter tudo limpo, era complicado.  

Esmeralda, preta... tiveram seus lugares  marcados para sempre no meu coração... Ambas se foram e eu não estava por perto... tava por aí vivendo minha vida de nômade (que graças ao bom Pai, acabou!). Senti muito as duas perdas... mas ambas deixaram suas crias (e isso me faz sentir ainda mais saudades!).

Mas enfim.... na verdade o que eu queria falar é que isso sempre me chocou muito... Só que piorou depois que morei fora do País. Voltar prá cá, me fazia e me faz sentir tremenda tristeza e raiva dos que estão no poder e não fazem nada prá acabar com isso. 

Lá fora é muito raro vermos animais pelas ruas... Tanto pela cultura das pessoas de adota-los, quanto pela castração. SIM, lá os animais de rua são castrados... Polly, minha gatinha que veio comigo foi castrada nas ruas... e recebeu na orela uma tatoo "S" que significa Stérilisée... Esterilizada! Isso evita a reprodução, e diminui muito o sofrimento dos bichanos. 

Aqui, eu não tenho condição de pegar bichos e levar prá casa porque moro em apartamento. E não acho justo levar trabalho pros meus pais... não é verdade!? E não sei bem o que fazer, como agir diante de um bichinho que vive nas ruas... 

Fui procurar ONG's agora prá começar a fazer parte, como voluntária e achei algumas coisas interessantes... Resolvi compartilhar por aqui prá o caso de pessoas como eu, que queiram ajudar... se proponham tb. Quanto mais gente abraçar essas causas, melhor para o mundo, né?!

Um vídeo que me emocionou... Atenção aos olhares dos bichinhos...!



E aqui, uma ONG que vou entrar em contato, e assim que tiver mais informações de como tudo funciona, publico aqui...: http://petpe.com.br/home/a-instituicao/

E ai, bora ajudar também?! =)

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Corrida...

Há alguns anos comecei a correr. Não foi por vontade própria, mas foi o fato que me fez "pegar gosto"pela coisa. 

Uma amiga em Manaus passou num concurso da Polícia Federal... mas tinha que passar nos testes físicos, e começou a treinar intensamente. Eis que para dar um pouco de apoio moral, começamos a correr juntas... e corríamos sempre que podíamos. Ela, claro, tinha que fazer isso todos os dias e ainda tinha um treinamento super intensivo do corpo. Ela tinha um objetivo...

Eu corria com ela, e comecei a correr no condomínio onde eu morava, que era lindo... muito arborizado, agradável... e me ajudava nisso. Sim, porque correr por correr, em um lugar qualquer não é legal (não prá mim!). Depois de correr eu caía na piscina e nadava, nadava, nadava... e perdi muito peso, além de me tornar uma pessoa de hábitos mais saudáveis. Obrigada a Nelbe Ferraz!!! =))

Na França eu corria também, mas nada era tão intenso por conta do frio, não me dava ânimo nenhum! 

Chegando ao Brasil, comecei a observar o BOOM do atletismo. MUITA gente correndo nas ruas, como se isso agora fosse moda. 

Conheci pessoas que correm sempre, e muitas das minhas amigas têm se envolvido nessas corridas de rua. Eia que a vontade de voltar à forma aumentou, e eu recomecei, voltei a correr... E isso me faz um bem danado, além de tudo alivia o estresse! Quer melhor??? Rs 

No primeiro dia em que comecei a correr, corri 3,5Km..., e já cheguei aos 5km, mas confesso que foi pesado, e tenho consciência de que tenho que ir mais devagar. 

Conversei com um amigo que é professor de academia e personal training.... e o que ele falou foi que tenho mesmo que ir devagar, já que faz muito tempo que não corro e porque sofri um acidente que debilitou um pouco meu joelho direito. Aconselhou que eu corresse 2min. e caminhasse 3 na primeira semana, e depois corresse 3 min. e caminhasse 2. Posteriormente a gente vai aumentando o treino, à medida que eu não sinta os incômodos. #ficaadica! ;o)

Essa semana um blog muito legal que fala sobre correr (e tem tomado muito tempo nos meus dias... rsrsr), o Running, da Centauro.  Tem muitas dicas prá quem tá iniciando, e até mesmo para profissionais. Vale a pena ler! 

No mais, vou postando coisas que achar interessante sobre o assunto, que tem feito parte dos meus dias...  e tem me feito muito bem! 

Bju gde




















domingo, 21 de outubro de 2012

Our Body III


Hoje cheguei ao Shopping Recife e... tinha um painel com a propaganda da exposição que eu simplesmente adorei! 

Fui pesquisar os valores, datas e horários prá divulgar prá os interessados (e sim, eu vou de novo, porque é td muito perfeito e vale a pena ser visto!!!).

Aqui se chama diferente: Human bodies - Maravilhas do corpo humano
A partir de 29 de setembro
Shopping Recife: Rua Pe. Carapuceiro, Boa Viagem
Visitação de segunda a sábado, das 10h às 21h, e domingos, das 12h às 19h.
R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia), de segunda a sexta; e R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia), sábado, domingo e feriado. 

domingo, 14 de outubro de 2012

Reverência ao Destino...

Falar é completamente fácil, quando se tem palavras em mente que expressem sua opinião.
Difícil é expressar por gestos e atitudes o que realmente queremos dizer, o quanto queremos dizer, antes que a pessoa se vá.

Fácil é julgar pessoas que estão sendo expostas pelas circunstâncias.
Difícil é encontrar e refletir sobre os seus erros, ou tentar fazer diferente algo que já fez muito errado.

Fácil é ser colega, fazer companhia a alguém, dizer o que ele deseja ouvir.
Difícil é ser amigo para todas as horas e dizer sempre a verdade quando for preciso.
E com confiança no que diz.

Fácil é analisar a situação alheia e poder aconselhar sobre esta situação.
Difícil é vivenciar esta situação e saber o que fazer ou ter coragem pra fazer.

Fácil é demonstrar raiva e impaciência quando algo o deixa irritado.
Difícil é expressar o seu amor a alguém que realmente te conhece, te respeita e te entende.
E é assim que perdemos pessoas especiais.

Fácil é mentir aos quatro ventos o que tentamos camuflar.
Difícil é mentir para o nosso coração.


Pe. Marcelo Rossi

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

On peut tout manger!!!


Modelo de garrafa comestível criado por François Azambourg


Já imaginou beber um iogurte, tomar um suco, sorvete ou café que vem dentro de uma cápsula comestível??? Sim, sim... como uma uva, como o morango, que a gente come tudinho, ou caso não goste da cobertura, pode furar e tomar com um canudinho!  

Adorei a ideia de embalagem que está sendo criada pelo projeto Wikicell. 

E por que eles começaram a fazer isso??? Porque os números apontam que 32% do lixo que produzimos vem das embalagens dos produtos que consumimos. MUITA coisa, né não?! 

Além disso, o custo das embalagens é bastante significativo no valor final dos produtos, 20%... acreditam? 

David Edwards no Laboratório, apresentando os "Wiki Iogurtes" de framboesa, 
nozes e menta; os "Wiki coquetéis" e os "Wiki Sorvetes".



Se não consegui visualizar o vídeo do produto aqui no blog, clica aqui!!!



Abs.